O que é Matrioska?

        matrioska_normal[1]Matrioska é uma boneca tradicional da Rússia. São várias bonecas colocadas uma dentro da outra, da maior para a menor, geralmente feitas de madeira. Conta-se que no final do século XIX, um dos nomes mais comuns das meninas russas era “Matriona” e, numa tentativa de adaptar estas bonecas à cultura e costumes da Rússia, se lhes atribuiu o nome de “Matrioshka”, que se conversa até aos nossos dias. A raiz da palavra, “matre”, viria do latim “mater” (mãe) e, via de regra, representa maternidade e família (tatuagens, por exemplo, são carregadas desse significado). Elas têm uma forma muito simples e se destacam pela arte pintada e pelas motivações.
Especula-se que sua origem seja oriental, baseadas nas bonecas japonesas chamadas Kokeshi, que também tem um design simples, sem braços ou pernas e são feitas de madeira.  Em uma das variações da escrita japonesa, “Kokeshi” significaria “criança perdida”, a boneca era usada, na ilha de Okinawa, em funerais de crianças, principalmente de crianças cremadas, para que seus espíritos se alojassem na boneca e não ficassem perdidos. Por isso, a boneca ficava sobre o túmulo e os familiares iam até lá ofertar doces, brinquedos e outros mimos. Quando encontravam uma dessas bonecas abandonadas, as pessoas levavam para suas casas e enchiam-nas de presente para ter boa sorte

Kokeshis
Kokeshis

  Apesar das Kokeshi terem um mito fúnebre, tem uma motivação muito bonita. Também a Matrioska a tem: o filho que vem de si e dentro de si está. Madeira de sua madeira, um pedaço da própria Matrioska que guarda a todos em seu interior. Pode representar, da mesma forma, sobre os muitos eus de uma mesma pessoa: as suas camadas, que despem-se até a sua verdadeira essência, que não pode ser despida.

Matrioska Russian Doll

        Era uma vez um talentoso carpinteiro russo chamado Serguei, que ganhava a vida talhando belos objetos de madeira: instrumentos musicais, brinquedos… Todas as semanas, ele enfrentava o frio do bosque para buscar madeira e assim construir novos objetos. Uma certa manhã ao sair para recolher a madeira, ele encontrou o campo todo coberto de uma grossa capa de neve. À noite havia sido difícil. Ele rezou. Toda a madeira que ele encontrava no caminho estava úmida e só lhe servia para fazer fogo.
Abatido pelo cansaço, ele decidiu retornar à sua casa e tentar a sorte no dia seguinte. Quando ele estava dando meia volta, lhe chamou a atenção um tronco de madeira esplêndido, o mais belo que ele havia visto em sua vida. Rápido como um raio ele retornou ao seu estúdio, porém vários dias se passaram até ele decidir o que talhar. Finalmente, decidiu fazer uma preciosa boneca.
Era tão bonita, que decidiu não vendê-la para lhe fazer companhia. “Você se chamara Matrioska” disse ele à inerte figura. Cada manhã, ao levantar-se ele falava com sua companheira. “Bom dia, Matrioska”. Um dia, ela lhe respondeu: “Bom dia, Serguei”. O carpinteiro se surpreendeu, porém ao invés de sentir medo ele se sentiu feliz por ter alguém com quem conversar.
Com o tempo, o carpinteiro percebeu que Matrioska estava triste e lhe perguntou o que estava acontecendo. Ela lhe respondeu que via que todo mundo tinha um filho ou filha e ela desejava ter um. “Terei que te abrir e isso será doloroso” – respondeu Serguei.  E ela disse: “Na vida, as coisas importantes requerem um pequeno sacrifício”. E sem pensar  duas vezes ele talhou uma réplica, menor e lhe chamou de Trioska. Ela já não se sentia mais sozinha.
O instinto maternal se apoderou também de Trioska e Serguei concordou que está também teria um filho, se chamaria Oska. Mas Oska também queria um decendente. O carpinteiro contou que dessa vez a madeira poderia originar uma boneca má. Oska não desistiu. Após pensar, ele talhou um boneco, bem pequeno e com bigode e lhe batizou de Ka. E o colocou em frente ao espelho e disse: “Você é um homem, não pode ter filhos!”.
       Então colocou Ka dentro de Oska, a Oska dentro da Trioska e a Trioska dentro da Matrioska. Um dia, misteriosamente, Matrioska desapareceu com toda sua família dentro, deixando para trás um Serguei desolado.

2 thoughts on “O que é Matrioska?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *